Já faz 84 anos de campeonatos estaduais, mas, enfim, eles chegaram ao fim

Imagem de Camila mil grau 

Por Maria Júlia Souza

Acabou! Acabooooou! As palavras do grande Galvão Bueno se encaixam extremamente bem no atual momento do futebol. Acabaram os campeonatos estaduais e essa semana começa o Brasileirão série A, Inter, C e D. Como a parte final dos estaduais é o que importa, a emoção foi grande nesse domingo de decisões. Por isso, desculpa, mas senta que lá vem textão.

Pelo Campeonato Goiano, o Goiás se consagrou tricampeão. O Vila Nova, que entrou na partida precisando fazer três gols para ir para os pênaltis, levou mais um e não conseguiu virar. O placar terminou 1×0 para o Verdão. Eu queria poder dizer que o Tigrão lutou bravamente, mas não tem como, foi péssimo. Parabéns ao Goiás que consegue pelo menos ganhar no estadual. Após a partida, Vandinho e Patrick foram encaminhados para o cantinho da disciplina. “Eles que começaram”, justificaram ambos a respeito das cenas lamentáveis no jogo.

No Campeonato Paulista a “”quarta força”” do estado venceu. O Corinthians conquistou mais uma vez o paulistão e na, pasmem, Arena Corinthians. O Timão tinha ganhado o primeiro jogo por 3×0 da Macaca e o segundo ficou em 1×1. Atualmente, o Corinthians tem mais títulos do que o Santos tem torcedores. Depois da partida, 90% da torcida corinthiana começou a ver vídeo aulas em Espanhol para aprender a dizer “Eu te amo, Romero”. A Ponte segue sem conquistar o paulistão.

O que acontece no Rio é uma piada por si só. Três taças em um mesmo campeonato para todos terem a oportunidade de ganhar, principalmente o Flamengo. E foi o que aconteceu. O rubro negro venceu o primeiro jogo por 1×0 em cima do Fluminense, e o segundo por 2×1. Realmente, no Brasil a “justiça” está tendo perdas irreparáveis. O STJD não consegue nem mais ganhar da Mídia. A próxima decisão dos times do Rio de Janeiro é criar uma taça para o Botafogo, enfim, poder conquistar. Boatos que a taça se chamará Guanabara Carioca do Rio.

Ah, o Campeonato Gaúcho. O que dizer do grande Novo Hamburgo? Um time da série D que pela primeira vez em sua história foi campeão do Gaúcho. O Noia foi campeão em cima do Não Aceito a Série B Mas Estou Nela, popularmente conhecido como Internacional. A partida foi decidida nos pênaltis e ocasionou o infarto de 80% dos torcedores de ambos os lados. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto do Coração do Torcedor, pênaltis são a segunda maior causa de mortalidade. A primeira ainda é a raiva causada pelo próprio time.

“Maria, eu sei que você treme” já é o maior rit do Brasil. O estouro da música se deu a mais uma derrota do Cruzeiro. Pelo campeonato Mineiro, o placar ficou 2×1 para o Atlético Mineiro. O Superior Tribunal de Causas Místicas já analisa a possibilidade do canto “Eu acredito” sair da lista de músicas de azar.

E o melhor título que aconteceu em toda a história dos campeonatos foi o do maior Verdão do Brasil. A Chapecoense, que em menos de seis meses perdeu a maioria da sua equipe em um acidente, se sagrou campeã do Campeonato Catarinense em cima do Avaí. A Chape perdeu por 1×0, mas fez valer a vantagem e ficou com o troféu. Esse foi o bicampeonato da sua história. Alan Ruschel e Follmann comemorando no gramado serão uma das coisas mais bonitas do futebol. Nunca será só um jogo.

E que venha o Brasileirão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: