Nesse dia dos namorados chega para o/a amado/a e diz: O Jô não balançou as redes na última rodada, mas você sempre balança o meu coração

Imagem de … (procurando o artista)

Por Maria Júlia Souza

Quem se acha bom em estatísticas e números nunca viu um torcedor calculando uma sequência de resultados que favorecem o seu time. É assim que está sendo cada rodada para os fanáticos pelo Brasileirão Esporte Clube. E se para os torcedores os cálculos já são vastos, para os torcedores que jogam Cartola, são mais. A grande incógnita da vida é: escalar um jogador do meu time e não pontuar ou escalar um jogador de um rival e pontuar?

Se tá difícil para vocês, imagina para mim que terei que pular uma rodada e perder piadinhas incríveis. Me ausentarei mesmo o Atlético Goianiense ganhando nela pela primeira vez no campeonato.

Bem, falarei da sexta rodada que ainda não terminou, falta o imortal que sempre morre (Grêmio). Em um clássico disputado, o Corinthians venceu por 3×2 o São Paulo (Mas o Jô não fez gol e o Romero fez um bom domínio). Com esse resultado, o tricolor completa 53 anos sem vencer o Timão e o Corinthians segue líder da porr* toda com cinco vitórias seguidas.

O Palmeiras recebeu o STJD em casa e ganhou. O clube paulista bateu o Fluminense por 3×1 e provou que não é só fora de campo que os tribunais andam tomando decisões erradas. O Vasco, que foi goleado pelo Corinthians na quinta rodada, se reergueu e venceu o Sport por 2×1. O Vasco que sempre retorna ao número dois.

Na partida entre Avaí e Flamengo o clima do jogo foi melhor que o resultado. O empate de 1×1 contou com um gol de bicicleta de Damião e uma bola fora do árbitro da partida. Aos 34 minutos do segundo tempo, o árbitro marcou um pênalti a favor do Avaí, mas, após muita reclamação por conta da mídia, reverteu sua decisão. O juiz demorou mais de dois minutos para decidir quem devia escutar.

Na série B a coisa está um pouco divertida para o Internacional. A equipe que estava na A ano passado, foi para B, depois de muito choro, e agora pode ir para C. O motivo seria a falsificação de documento usado pelo time gaúcho no caso Victor. Fora dos tribunais, no campeonato, a equipe segue em um perde e ganha. No jogo contra o Náutico, o Internacional teve quatro pênaltis marcados a favor e apenas dois convertidos. A partida terminou em 4×2 para o time do sul.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: